segunda-feira, 20 de junho de 2011

Dos casamentos...

Parece que ultimamente todos os meus amigos resolveram casar... é bom! Um momento de grande felicidade partilhada pelos mais próximos :) [só não precisavam casar todos no mesmo ano, sim?]
Também eu ando já a preparar o meu casamento, que será no próximo ano...
Nestas andanças, ultimamente temos trocado bastantes opiniões e partilhado ideias, mas há uma coisa que me deixa irritada e que causa quase sempre discussão [saudável, entenda-se]... é ele o "casamento religioso".
Para mim, que sou aquilo que o comum dos mortais chama de católico praticante, não faz sentido casar sem ser com a benção de Deus. Ele faz parte da minha vida e não concebo o meu casamento sem esta dimensão. Mas compreendo e respeito aqueles para quem Deus nunca foi muito importante. Mas se há coisa que me revolta são aquelas pessoas que nunca metem os pés numa Igreja, não percebem minimamente como funciona uma celebração (nem sabem por que ponta hão-de pegar no missal, nem quantas leituras são necessárias, nem o que é um ofertório ou uma homilia), mas insistem em casar pela Igreja... e depois querem tudo à maneira delas... Casar em Igrejas particulares, fazer a celebração em 30 minutos "para despachar" e outras coisas que tais.
O mais absurdo é aqueles que acham que o padre tem a obrigação de fazer tudo o que eles querem... ou que acham que o dinheiro que dão ao padre é para ele... meus queridos, o dinheiro que se dá ao padre é, na sua maioria, para ele tratar do processo de casamento no registo civil... informem-se antes de falar do que não sabem!
Se o padre recebe algum desse dinheiro? Concerteza... recebe pelo trabalho que faz. Se casarem só pelo registo civil também terão de pagar à pessoa que vem celebrar o casamento... os padres são pessoas como nós, não vivem do ar e, como tal, também terão de receber um ordenado para se sustentar... Não compreendo qual é o dilema disto.

Se querem casar numa Igreja particular, claro que terão de pagar por ela... mas não é à Igreja Católica que pagam esse valor... é ao proprietário da Igreja pelo aluguer do espaço, tal como fazem com as Quintas.

Sim, este é um assunto que me deixa irritada, porque as falam do que não conhecem.
Se só sabem criticar a Igreja, porquê fazer um casamento religioso?!

4 comentários:

Bomboca do Amor disse...

Não diria melhor, concordo plenamente contigo.
Talvez por me encaixar naquele grupo de pessoas que não é minimamente católica optei por casar apenas pelo civil.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Anónimo disse...

Pois e acredito que, para ti, não fizesse sentido de outra forma :)

O casamento tem de ser o reflexo daquilo que somos e acreditamos!
Beijinhos

M.M.

Nicole disse...

Oh querida o pior para mim que caso em setembro de 2012 foi tentar convencer o meu noivo que n fazia sentido casar na Igreja, porque ele ia o fazer só pela mama...e ela sempre que se falava nisto dizia que nem sonsa que ai tal o casamento é nosso mas que para ela a Igreja é muito importante afins e o sacramento e que ser casada pela Igreja lhe ajudou...
Eu com uma vontade enorme de dizer o beata... se eu sou contra tudo o que envolve na Igreja Católica não acha que ia ser uma cinica ao casar-me numa??? Mas pronto respiro fundo e tento não me sair com esta...

Por isso tb não precebo as pessoas ditas católicas praticantes que olham para os ateus como o diabo...

Ainda se sai com uma desde que tu não mudes a tua fé e relegião... tou mesmo a ver o filme quando tiver um filho lol... aviso logo queres batiza-lo então tu vais a missa todos os domingos com o filho e tu leva-os a catequese... que não é só batizar por ser bonito.

Nicole disse...

Oh querida o pior para mim que caso em setembro de 2012 foi tentar convencer o meu noivo que n fazia sentido casar na Igreja, porque ele ia o fazer só pela mama...e ela sempre que se falava nisto dizia que nem sonsa que ai tal o casamento é nosso mas que para ela a Igreja é muito importante afins e o sacramento e que ser casada pela Igreja lhe ajudou...
Eu com uma vontade enorme de dizer o beata... se eu sou contra tudo o que envolve na Igreja Católica não acha que ia ser uma cinica ao casar-me numa??? Mas pronto respiro fundo e tento não me sair com esta...

Por isso tb não precebo as pessoas ditas católicas praticantes que olham para os ateus como o diabo...

Ainda se sai com uma desde que tu não mudes a tua fé e relegião... tou mesmo a ver o filme quando tiver um filho lol... aviso logo queres batiza-lo então tu vais a missa todos os domingos com o filho e tu leva-os a catequese... que não é só batizar por ser bonito.