segunda-feira, 2 de maio de 2011

O hábito faz o monge

Hoje recebi um mail a perguntar se as minhas escolhas de roupa são caras... Ora bem tudo depende da definição de "caro"... A Mango é mais cara que a Berska, mas é barata relativamente à Fornarina por exemplo.
Eu, pessoalmente, não sou muito fã de comprar roupa em lojas de massas... fujo de Berskas, Pulls, Stradis, Zaras e Mangos. Até gosto de algumas roupas que têm, mas a qualidade é sempre muito fraquinha e, acho que já aqui o disse, não há nada que me irrite mais do que sair à rua e ver alguem vestida igual a mim. Claro que também tenho roupa dessas marcas e adoro entrar para ver as tendências, mas só compro quando me apaixono mesmo!
Aprendi com a minha mãe a ser apologista da máxima menos roupa mas de melhor qualidade! Às vezes se procurarmos bem algumas marcas nem são assim tão caras como pensamos e as roupas são melhores e mais exclusivas :)
Para quem perguntou, normalmente gosto de comprar na Rulys, na Pepe Jeans, na Miss Sixty, na Fornarina, na Naf Naf, na Tintoretto e na Nanning. E em marcas menos conhecidas mas que adoro como a Nakuro, a Flamengo ou a Ruga. Para acessórios e sapatos gosto da Aldo e adoro a Lollipops... Lojas mais baratas gosto da Promod e da Fridays Project... roupas a preços acessíveis e que não encontramos a cada esquina.
Agora se é o preço da roupa que faz ser fashion? Sem dúvida que não. Ter estilo e classe não tem nada a ver com ter dinheiro ou comprar roupa cara, mas com uma atitude pessoal.

4 comentários:

Didá disse...

"Ter estilo e classe não tem nada a ver com ter dinheiro ou comprar roupa cara, mas com uma atitude pessoal" Ora nem mais!

M.M. disse...

:)

Ana FVP disse...

Muito bem dito!

Ariana disse...

Claro!É tudo uma questão de atitude!
Também sou fã da Lolippops.!
Bjs.